Guia on-chain: Rastreando Mineradores e Emissão de Bitcoin

A estrutura fundamental do bitcoin é feita através da atividade de mineração de moedas, por isso é tão importante compreendê-la.

Guia on-chain: Rastreando Mineradores e Emissão de Bitcoin

A mineração de Bitcoin é um processo vital para a rede, desempenhando um papel essencial na segurança e na incorporação de transações ao blockchain. Os mineradores utilizam hardware especializado para validar transações, adicionar novos blocos e serem recompensados com bitcoins.

Neste artigo, exploraremos a importância da mineração de Bitcoin e como rastrear a atividade on-chain dos mineradores pode fornecer informações valiosas sobre o funcionamento da rede e os possíveis impactos nos preços de mercado.

Veremos também as principais métricas utilizadas nesse rastreamento e como elas podem ser interpretadas para entender o fluxo de carteiras de mineradores.

Vamos iniciar com uma breve recapitulação sobre o processo de mineração de Bitcoin e, em seguida, mergulhar nos dados on-chain que nos ajudam a compreender melhor essa atividade fundamental no ecossistema das criptomoedas.

A Mineração de Bitcoin

A mineração de Bitcoin é o processo pelo qual novos bitcoins são introduzidos na rede. Assim como, momento onde as transações são validadas e incorporadas ao ledger.

Os mineradores usam hardware de computador especializado para encontrar através de tentativa e erro o hash do bloco anterior, para os conectar e criar a sequência de blocos. Neste processo, validam as transações e adicionam um novo bloco de transações à cadeia de blocos.

A recompensa por adicionar um novo bloco é uma combinação de novos bitcoins (a recompensa em bloco) e as taxas de transação associadas às transações incluídas no bloco.

Rastreando a Atividade On-Chain dos Mineradores

Uma das belezas do blockchain é a sua transparência. Cada transação é registrada publicamente, possibilitando rastrear a atividade de qualquer endereço de Bitcoin.

No caso de mineradores de Bitcoin, podemos rastrear tanto métricas da blockchain geradas por mineradores, como: recompensa de mineração, receita por bloco, tamanho de bloco, hashrate, etc.

Assim como, também é possível rastrear o endereço on-chain dos próprios mineradores para identificar transações com exchanges, suas reservas, etc.

Vamos começar com as principais métricas de fundamentos da mineração.

Este Relatório é só para assinantes

Inscreva-se já

Veja os comentários

Assine o BlockTrends | Research para poder visualizar e comentar.

Inscreva-se já